11 dos 20 clubes da Série A vão eleger novos presidentes no final do ano

O ano de 2020 não sairá tão cedo da cabeça dos dirigentes e torcedores dos Clubes Brasileiros. Não bastassem os enormes danos ocasionados pela COVID-19, e os efeitos de um complexo cenário que mistura alterações de legislação, novas formas de negociações de direitos e profundas mudanças tecnológicas, teremos 12 dos 20 clubes de maior faturamento do Brasil envolvidos em eleições.

Os futuros presidentes terão como desafio assumir clubes em situação de grande fragilidade financeira, inseridos em um mercado que carece de definições setoriais importantes no que tange a alguns de seus aspectos centrais: calendário, formação de associações, negociações de direitos, etc.

Além disso, terão que pilotar essa transição em paralelo à mudança de estruturas internas que costuma caracterizar a alternância de poder, e que frequentemente acarreta em ineficiências derivadas da descontinuidade de gestão e da perda do estoque de conhecimento que se dá após a saída de executivos antigos.

Tempos desafiadores!

Nos próximos 2 meses a PLURI acompanhará de perto essa trajetória que impactará o cenário para o futebol Brasileiro a partir de 2021.

Acesse o relatório completo:

https://www.pluriconsultoria.com.br/wp-content/uploads/2020/10/PLURI-Eleições-2020.pdf

Assine a nossa newsletter